HomeCorporativoRevista para os nossos Clientes - WIN!Em açãoConceito de armário de comando universal: solucionado em parceria

Conceito de armário de comando universal: solucionado em parceria

Para cumprir a alta exigência em funcionalidade de dispositivos de segurança, a Bosch Rexroth desenvolveu uma solução de controlo que se automonitoriza. Num espaço reduzido, encontra-se muito desempenho. A receita para o sucesso: uma combinação eficiente de componentes das parceiras Bosch Rexroth e Weidmüller.

 

O controlo da tecnologia de guindaste e elevação em aplicações offshore, o alívio de enchente no caso de barragens, assim como a regulação da pressão de vapor em centrais elétricas possuem algo em comum: tratam-se de dispositivos de segurança automatizados, com os quais se pode contar incondicionalmente em qualquer momento. Essa exigência é atendida pela Bosch Rexroth com uma nova solução de sistema.

«A aplicação de partida foi para nós em centrais elétricas. As empresas operadoras estavam, até àquele momento, com a tarefa de verificar, uma vez por ano, os dispositivos de segurança. Tal não é apenas caro, significa uma elevada sobrecarga para a central elétrica e rede, para além de o seu uso ficar condicionado, pois existe simplesmente a certeza de que os dispositivos de segurança funcionaram nos últimos doze meses.

 Eles têm os requisitos de múltiplas aplicações industriais em vista: participantes do projeto da Bosch Rexroth e da Weidmüller, numa visita à produção de caixas Klippon®
Eles têm os requisitos de múltiplas aplicações industriais em vista: participantes do projeto da Bosch Rexroth e da Weidmüller, numa visita à produção de caixas Klippon®

«No futuro, porém, apenas podem ser inferidas suposições desse conhecimento», relata o Chefe de Projeto, Dirk Bracht, da Bosch Rexroth. «O nosso Self-Testing Safety System (STSS) (Sistema de Segurança de Autocontrolo) para aplicações em centrais elétricas controla-se a si mesmo continuamente e documenta também, ininterruptamente, os resultados. As empresas operadoras conseguem verificar, em qualquer momento, que os seus dispositivos de segurança estão a funcionar. Como “efeitos colaterais” positivos temos, por exemplo, o intervalo de teste de prova, de uma a seis vezes mais longo, com o qual tanto a sobrecarga como também os custos são reduzidos. É claro que damos o maior valor a uma tal abordagem sobre componentes de completa confiança.»

No caso de instalações em alto mar, por exemplo, de energia eólica offshore, trata-se de assegurar a descida reta, sem oscilações de carga, que costuma rondar várias toneladas. Através da compensação das condições do mar, a solução de controlo automonitorizável compensa a movimentação das ondas e cumpre, com isso, graças ao seu elevado grau de desempenho, as maiores exigências de segurança. Uma outra área de aplicação possível é representada por barragens. Se a água é aqui muito alta, será descarregada através de válvulas correspondentes. Esse mecanismo deve ser de absoluta confiança, pois em caso de defeito, pode ocorrer uma rutura completa da barragem, com consequências devastadoras. Com a utilização do sistema da Bosch Rexroth, a manutenção preventiva regular torna-se inteligente.

Dispositivos de segurança similares verificam o sistema também no âmbito de centrais elétricas. A variante de alto nível, com alimentação elétrica redundante e conversor de sinal autosseguro, da Weidmüller é responsável, aqui, pela disponibilidade aumentada da instalação, reduzindo os custos totais da operação e assegurando um desempenho melhorado.

Funcionalidade também assegurada em caso de emergência

Nos casos em que devem ocorrer ativação e monitorização contínuas, é especialmente imprescindível uma alimentação duradoura. Para encontrar a melhor solução para isso, a Bosch Rexroth submeteu todos os dispositivos de comutação de rede a um teste de sobrecarga intensivo. Com o resultado, a série PRO-M da Weidmüller convenceu pelo seu elevado grau de atuação, a resistência à sobrecarga e as grandes reservas de desempenho em toda a linha. As peças de comutação de rede impressionaram especialmente, devido à sua resistência marcante contra sobretensão e transientes de rede, facto que abriu amplas possibilidades de uso, também em aplicações especiais. Para que possa manter a energia plena à disposição do controlo, apesar do alto MTBF (Mean Time Between Failures) (Tempo Médio entre Falhas) de um milhão de horas, e também em caso de queda de um aparelho de rede, o PRO-M foi projetado redundante e conectado em paralelo através de um módulo de díodo

Os componentes da Weidmüller asseguram também a ativação com servodispositivos. Neste caso, são utilizados acopladores de relés com apenas 6 mm de largura da  TERMSERIES e, no caso de aplicações Ex, na automação de processo, para além disso, o conversor de sinal autosseguro, da série  ACT20X . Através de bornes em série “PUSH IN”, da Weidmüller, ocorre a cablagem elétrica resistente à vibração. O chassis protetor do sistema é formado por uma carcaça de aço inoxidável Klippon® TB MH, que enfrenta todas as resistências, mesmo em ambientes severos e explosivos.

 O Self-Testing Safety System (STSS) para aplicações em centrais elétricas: um aparelho de controlo que se monitoriza a si mesmo, para dispositivos de regulação e comutação
O Self-Testing Safety System (STSS) para aplicações em centrais elétricas: um aparelho de controlo que se monitoriza a si mesmo, para dispositivos de regulação e comutação, bem como para a parte elétrica, software e componente hidráulica, combinados para um conceito universal.

Para completar, a Weidmüller assume também a montagem completa, orientada para a aplicação – tanto nas variantes de alto nível, para aplicações de centrais elétricas e offshore, como também a variante padrão para outros sectores industriais, por exemplo, em laminadores.

Mais segurança com menos paralisações do equipamento

«Alta pressão, temperaturas extremas, requisitos de segurança de acordo com a SIL 3 – com estas condições estamos muito familiarizados», esclarece o Gerente de Key Account, Christian Deppermann, da Weidmüller. «Assim, podemos oferecer à Bosch Rexroth componentes várias vezes testados para a construção do conceito de armário de distribuição universal. Adicionalmente, temos o nosso know-how de longos anos na montagem de soluções de caixas prontas para o funcionamento, também para condições de utilização extremas.

Com esta oferta de desempenho, apoiamos de maneira ideal o princípio de kits modulares, com os quais a Bosch Rexroth possibilita aos seus clientes não apenas segurança, mas também um alto grau em flexibilidade.»